Seu filho quer ser modelo?

image_pdfimage_print

Às vezes o desejo é dos pais, por isso é preciso estar atento à vida dos artistas mirins e o que levar em conta na hora de inscrevê-lo numa agência é importantíssimo. Claro que precisamos deixar claro que não é

JULIA KLEIN – DESFILE BICHO COMEU- POR: ROBERTO FILHO

pecado algum sonhar em ter um filho famoso, estampando uma capa de revista, comercial de TV ou quem sabe o simples jornalzinho da escola. Como também não tem problema em sonhar com a filha sendo uma top das passarelas como Gisele Bundchen.

Mas, como toda profissão, é preciso estar atento aos riscos que ele envolve. Atualmente existe uma idealização do universo do showbiz. Por se tratar de nossos baixinhos é preciso atenção e muita cautela.

GABRIEL FELIPE

Em primeiro lugar, o desejo tem de parti da criança. Por isso, antes de inscrever seu filho num agência, consulte-o. Nada de induzir a resposta com agrados.

Comportamento

Lembrando sempre que criança não tem discernimento para saber o que é melhor para si. Isso porque no showbiz terá que lidar precocemente com coisas de gente grande, como egos inflados, competitividade e rejeição. Receber um não como resposta é comum mesmo estre modelos mirins de prestígio.

Beleza Interior

Existe uma valorização excessiva da beleza exterior no mundinho fashion. Num meio onde a
concorrência é acirrada, enxergar a beleza interior é questão de sobrevivência.

Luz, câmera e …buá, buá, buá!

Todas as crianças são lindas, principalmente as nossas. O que não significa que o seu filho seja um modelo em potencial. Eles podem se portar bem nos testes, mas chorar durante a sessão de fotos. Outros se sentem à vontade com os flashes desde cedo.

Questão de escolha

Mesmo que a criança aparente gostar dos flashes, é função dos pais saber o limite. O que inclui quando iniciar a carreira, quanto trabalhar e também a hora de parar. Decisões que têm de se basear em critérios em longo prazo. É preciso brincar e ser uma criança normal.

Cuidados antes de fechar um contrato:

  • Peça referências. Pode ser indicação de amigos, de agências de publicidade e até dos clientes da empresa. Visite o local.

    BRUNA VENTURA – DIVULGAÇÃO

  • As agências cobram de 35% a 45% de comissão sobre o cachê de cada trabalho. Se o valor for maior, desconfie.
  • Algumas agências pedem exclusividade outras não. Ao escolher uma agência, se informe sobre os trabalhos já desenvolvidos, quais os atores mirins dessa agência que estão ou estiveram em evidência e pesquise com outras mães que também tem seus filhos no mesmo meio. A melhor agência é onde nos sentimos melhor.
  • Agências sérias  exigem um book da criança logo de cara. É preciso apresentar um bom material.
  • Verifique se a agência exige modelos “stand-by”. Eles entram em cena quando seu filho, por algum motivo, não puder realizar o trabalho.
  • Profissionais responsáveis respeitam a rotina da criança, como os horários de dormir, comer e estudar. Antes de fechar contrato.

Na hora de trabalhar

  • Para evitar surpresas, pergunte de antemão quanto tempo vai durar a sessão.Fique por dentro dos detalhes antes de assinar o contrato com o cliente. Envolve brincadeiras na água, por exemplo?
  • Nos testes, não se esqueça de levar comida, água e brinquedos para entreter a criança. Em geral, comida e transporte são oferecidos apenas nos trabalhos.
  • Se você não pode acompanhar seu filho, peça que alguém de confiança o leve. Nada de deixá-lo sozinho. Ninguém, além do responsável, tem a obrigação de cuidar dele durante a filmagem ou sessão de fotos.
  • Companhia demais também atrapalha. Nem todos os lugares comportam pais, crianças, avós, babás e, ainda, a equipe de trabalho.
  • Em viagens, verifique os meios de transporte (se há cadeirinha para os bebês e cinto de segurança, por exemplo) e acomodações.
  • Confirme a data do trabalho. Ele pode ser adiado por causa do mau tempo, mas você não precisa mudar de planos se tiver outro compromisso na nova data.
  • Diante de imprevistos, seu filho não é obrigado a cumprir o trabalho. Os contratos não preveem multa, caso a criança fique doente ou simplesmente não queira sorrir para as câmeras.
  • Seu filho não é mico de circo. Nos testes e trabalhos, deixe-o agir naturalmente.

4 Responses to Seu filho quer ser modelo?

  1. francillany 25 de abril de 2014 at 20:06

    oi meu nome e francillany eu tenho 11 anos moro em recife pernambuco e o meu sonho e ser modelo queri muito que voces mim desse esta oportunidade para mim fazer um teste muito obrigado por da esta oportunidade .

    Responder
  2. Pietra 23 de fevereiro de 2014 at 21:32

    Oi meu nome é Pietra meu sonho é muito participar dessa agencia para participar de chiquititas eu era tímida mas eu não sou mas eu sou de Recife

    Responder
  3. Edinalva 11 de dezembro de 2012 at 18:52

    eu tenho uma filha de 10 anos o sonho dela é ser modelo ou atriz e achei a agência cintra que é uma boa agência minha filha ela não é timida não mais eu quero realizar o sonho dela só que não moro no Rio de Janeiro ai complicou mais

    Responder
  4. Dayane Millene Cabral Silva 30 de novembro de 2012 at 16:07

    Amei o jornalzinho carioca,com essas informações maravilhosas, era o jornal que estava faltando,parabens para a equipe do jornal e para todas as crianças que se fizerem presente. bjos e muita luz.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *